Radar da Bola

América e Cruzeiro empatam e decisão da vaga para a final do Mineiro fica em aberto

Neste domingo de Páscoa no estádio Independência, Coelho e Raposa ficaram no 1 a 1 pelo primeiro jogo das semifinais do Mineiro e decisão da vaga para a final fica em aberto.

O jogo

Como geralmente acontece em jogos decisivos, as duas equipes começaram com cautela, estudando o seu adversário.

As primeiras chances de gol foram do Cruzeiro: aos 18 min, em chute da intermediária de Thiago Neves defendido por João Ricardo e no min seguinte, em cabeçada perigosa por cima do gol do zagueiro Manoel, após o escanteio resultante da jogada anterior. A resposta americana veio aos 25 min, com Renan Oliveira, que após boa troca de passes entre Gustavo Blanco e Hugo Almeida, penetrou livre na área mas chutou por cima do gol, cara a cara com o goleiro Rafael.

A partir daí, o América tomou as rédeas do jogo e teve outra boa chance aos 37 min em chute de dentro da área de Gustavo Blanco, com o goleiro celeste fazendo grande defesa para evitar o primeiro gol do jogo.

No segundo tempo, o panorama não mudou, ou seja, o América pressionando em busca do gol enquanto o Cruzeiro mantinha postura mais cautelosa, até que aos 16 min, o zagueiro americano Messias tocou para o fundo das redes celestes após cobrança de escanteio de Gérson Magrão. Atrás no placar, o Cruzeiro acordou no jogo e empatou 6 min depois com Thiago Neves, após cruzamento da esquerda de Diogo Barbosa.

Depois do empate, o ritmo do jogo diminuiu até que nos minutos finais, o Coelho, que precisava da vitória para reverter a vantagem da Raposa de jogar por dois resultados iguais para avançar para a Final do Mineiro, partiu para o ataque e teve duas boas chances para sair com a vitória. Primeiro, aos 44 min, com cabeçada de Gustavo Blanco que passou muito perto da trave azul, e três min depois com novo cabeceio, dessa vez de Mike, que parou na milagrosa defesa do goleiro Rafael.

Como fica

O Cruzeiro manteve a invencibilidade no ano e a vantagem de jogar por mais um empate para garantir a vaga na final. Para o América, apesar da vitória não ter acontecido, fica o consolo de ter feito excelente jogo,  sendo inclusive melhor do que o adversário em vários momentos do confronto, dando indícios de que a decisão está totalmente em aberto para a semana que vem.

Ficha técnica

AMÉRICA
João Ricardo; Auro, Messias, Rafael Lima e Ernandes; Gustavo Blanco, Juninho, Gérson Magrão (Mike) e Renan Oliveira (Ruy); Felipe Amorim (Alex Silva) e Hugo Almeida. Técnico: Enderson Moreira.
CRUZEIRO
Rafael; Mayke (Henrique), Leo, Manoel e Diogo Barbosa; Hudson e Ariel Cabral; Thiago Neves, Arrascaeta (Rafinha) e Rafinha (Ramón Ábila); Rafael Sobis. Técnico: Mano Menezes.
Público: 4.429
Renda: R$76.955,00
Árbitro: Igor Júnio Benevenuto (MG)
Assistentes: Pedro Araújo Dias Cotta (MG) e Ricardo Júnio de Souza (MG)

Fonte da foto: Superesportes

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *