Radar da Bola

5 razões para acreditar na virada do Santos sobre a Ponte Preta

No último sábado (01), a Macaca derrotou o Peixe por 1 a 0, pelo jogo de ida das quartas de final do Campeonato Paulista, a partida foi realizada no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. A partida da volta será no Pacaembu com mando santista e será realizada na próxima segunda-feira (10) ás 20h00. A seguir listaremos motivos para a torcida dos Meninos da Vila seguirem vivos na competição:

Torcida Santista

1- Retrospecto

No histórico dos duelos entre Santos e Ponte Preta possui uma enorme vantagem para a equipe santista, em 126 partidas disputadas, o Peixe obteve êxitos 69 vezes, empatou 24 e perdeu apenas 33. Jogando na Vila Belmiro foram ao total 61 jogos, com 40 vitórias santistas, 10 empates e 11 derrotas.

2- Pacaembu

Por mais que a preferência dos santistas pela Vila Belmiro sejam maiores, os números mais recentes afirmam que o Pacaembu tem sido uma “casa” melhor para o time alvinegro. O Santos defende uma sequência de 17 vitórias seguidas no estádio da capital paulista. O último resultado negativo foi em abril de 2014, no jogo de ida da final do Paulistão daquele ano, contra o Ituano.

3- Finalista desde 2009

Todos os anos questionam: “Será que o Santos chegará a final do Paulistão? ”, e a resposta vem dentro de campo, pois, a última vez que o Peixe ficou fora de uma disputa de título foi em 2008, coincidentemente, quando a Ponte Preta fez sua última final diante ao Palmeiras. A partir de 2009 foram oito finais e cinco títulos.

4- Último duelo como mandante

No dia 16 de julho de 2016, pela 15ª rodada do Brasileirão, as equipes batalharam desta vez na Vila Belmiro. Os autores dos gols que garantiram a vitória contra a macaca foram de Victor Ferraz, Vitor Bueno e Gabriel. O jogo terminou 3 a 1.

5- Visita de Giovani

Giovani foi ao CT Rei Pelé dar uma força para o elenco nesta semana decisiva e, quando é falado de virada, a imagem dele é a primeira a vir na Memória da torcida Santista. Na semifinal do Brasileiro de 1995 o Santos perdeu o primeiro jogo por 4 a 1 para o Fluminense e precisava virar no Pacaembu, e o “Messias” Santista comandou a virada histórica, marcando 2 gols e dando duas assistências, terminando o jogo 5 a 2, classificando o Peixe para a final.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *