Radar da Bola

Monaco supera City e avança na Champions League

O time do Principado, reverteu o placar (5 a 3) e garantiu a classificação para as quartas de final da UEFA Champions League. Com um primeiro tempo desastroso, o City foi dominado e mostrou a fragilidade no setor defensivo. Já o Monaco, mostrou o motivo de ser o melhor ataque do futebol europeu e a liderança do campeonato francês. O placar foi de 3 a 1, além da classificação, pela primeira vez um time avança após sofrer cinco gols no jogo de ida. Outro dado importante, Pep Guardiola parou pela primeira vez nas oitavas de final pela competição como treinador.

A partida

Atuando no estádio Stade Louis II e sem sua principal estrela, Falcão García (lesionado). O Monaco não demonstrou fraqueza e dominou o Manchester City, principalmente na primeira etapa. Logo aos 6 minutos, Mbappé perdeu grande chance de abrir o placar. O atacante recebeu de Fabinho e arriscou para a grande defesa de Caballero. Mas no ataque seguinte, ele não desperdiçou. Em um cruzamento de Bernardo Silva, o atacante empurrou para o fundo das redes, para a euforia dos franceses. Atordoado, o City mal conseguia sair do meio campo, Guardiola deixou Yaya Touré no banco e apostou em um time mais leve e rápido, esquecendo de equilibrar o setor defensivo.

O lado direito do City sofria com as subidas de Mendy e o apoio de Bernardo Silva. Em mais uma jogada de linha de fundo, o Monaco encontrou o gol. Mendy cruzou rasteiro e Fabinho, sozinho bateu de primeira e ampliou o placar.

City acorda tarde com um Monaco consistente

O City voltou melhor no segundo tempo e foi mais presente na área. Nos primeiros 15 minutos, já havia feito mais que em toda etapa inicial. E passou a colecionar chances de gol. Sterling perdeu a sua, Sané jogou na rede pelo lado de fora. Mas a melhor dela saiu dos pés de Agüero, que Subasic fechou o ângulo e salvou o Monaco.

Aos 25 minutos, após arremate de Sterling, Subasic deu rebote e Sané aproveitou e dimuniu o placar. Com o gol, os ingleses garantiam a classificação e fez com que o Monaco acordasse na partida. Então, em uma cobrança de falta Babayoko subiu sozinho de cabeça e aumentou o placar para 3 a 1, esfriando a reação do City.

Com a classificação nas mãos, o Monaco passou a trocar passes e deixar os ingleses nervosos. O City não conseguiu impor lances perigosos e deixou a competição cedo e uma marca negativa à Guardiola. O espanhol é eliminado pela primeira vez nas oitavas de final da Champions League.

 

MONACO 3 x 1 MANCHESTER CITY

DATA/HORA: 15/03/2017, às 16h45 (de Brasília)
LOCAL: Stade Louis II, Monaco (FRA)
ÁRBITRO: Gianluca Rocchi (ITA)

CARTÕES AMARELOS: Sagna, De Bruyne e Sterling (CIT), Bakayoko, Germain e Lemar (MON).

GOLS: Mbappé – 7’/1°T (1-0), Fabinho – 28’/1°T (2-0), Sané – 25’/2°T (2-1) e Bakayoko – 31’/2°T (3-1).

MONACO: Subašić; Sidibé, Raggi (Touré – 24’/2°T), Jemerson e Mendy; Bakayoko, Fabinho, Bernardo Silva e Lemar; Mbappé (João Moutinho – 35’/2°T) e Germain (Dirar – 45’/2T). Técnico: Leonardo Jardim.

MANCHESTER CITY: Caballero; Sagna, Stones. Kolarov e Clichy (Iheanacho – 38’/2°T); Fernandinho, David Silva, De Bruyne, Sterling e Sané; Agüero. Técnico: Pep Guardiola.

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *