Radar da Bola

Atlético-PR supera Capiatá e está na fase de grupos

Decidindo a classificação para a próxima fase na Libertadores, o Deportivo Capiatá recebeu o Atlético Paranaense no estádio Erico Galeano após o empate na Arena da Baixada em 3 a 3. Mesmo com a vantagem do empate, o time paraguaio perdeu de 1 a 0 para o Furacão, que passou para a fase de grupos da competição.

O jogo

Para o Atlético só interessava a vitória. Já os paraguaios podiam se contentar com um empate de até 3 gols. Mesmo assim, a partida foi digna de um jogo de torneio . O Furacão entrou em campo com Carlos Alberto no lugar de Gedoz e partiu para o ataque. Dominando as bolas, pressionou a área adversária e aproveitou a chance logo aos 11 minutos, com uma cobrança de escanteio de Nikão, desvio de Paulo André para Lucho González marcar o primeiro gol com a camisa rubro-negra. Depois disso, porém, o time da casa começou a pressionar mais e foi quem mais levou perigo até o fim do jogo.

Finalizando seis vezes, mas sem conseguir finalizar, o Capiatá foi para o intervalo pensando no segundo tempo. O Furacão até conseguiu equilibrar mais a partida depois do apito, com mais uma chance de Lucho. Mas os avanços duraram pouco e trocaram de lado. O Capiatá começou a pressionar e não saía da área do adversário. Tentando segurar o resultado, o técnico Paulo Autuori resolveu colocar mais um zagueiro no time, tirando Carlos Alberto para a entrada de Wanderson.

Ainda assim o Rubro-Negro sofreu pressão. Sem Grafite, que se machucou ainda no primeiro tempo, e deu lugar ao jovem Luis Henrique, o treinador apostou na tirada de Lucho para a entrada de Felipe Gedoz. O jogador conseguiu equilibrar mais as coisas, levando mais contra-ataques, mas o brilho mesmo ficou com a defesa, que suportou as várias tentativas do adversário. Weverton ainda salvou uma bola perigosa nos minutos finais da partida, para a alegria da torcida atleticana.

Mesmo com placar magro de 1 a 0, agora o Atlético irá para a fase de grupos, entrando para o Grupo 4, considerado da morte por ter Flamengo, San Lorenzo e Universidad Católica. O primeiro confronto já está marcado para o dia 7 de março, contra o Universidad, às 21h na Arena da Baixada. E o time já tem desfalque certo: Grafite, suspenso pelo segundo amarelo.

Equipes:

Deportivo Capiatá: Bernardo Medina; Bonet, Ramón Ortigoza, Néstor González e Cristian Martínez; Ledesma, Alexis González, Noguera (Dante López) e David Mendieta (Dionisio Pérez); Irrazábal e Roberto Gamarra.

Técnico: Diego Gavilán

Atlético-PR: Weverton; Jonathan, Thiago Heleno, Paulo André e Sidcley; Otávio, Lucho González (Felipe Gedoz), Carlos Alberto (Wanderson) e Nikão; Pablo e Grafite (Luis Henrique).

Técnico: Paulo Autuori

Cartões amarelos:

Grafite, Lucho González, Pablo, Carlos Alberto, Nikão e Weverton (A) e Alexis González e Julio Irrazábal (D).

O gol:

11’/1º: Lucho González – Após a cobrança de falta de Nikão, Paulo André escorou de cabeça na pequena área e a bola sobrou para Lucho mandar para o fundo das redes.

https://www.youtube.com/watch?v=QC7M5hgv4EU&feature=youtu.be

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *